Meu Bebê

sábado, junho 23, 2012

Clichê: Gravidez não é Doença?



Eu sei, eu sei...Gravidez não é doença. Eu mesmo repeti isso a mim várias vezes! Mas sinceramente, de onde vem todo esse cansaço. Essa indisposição? Esse sono intenso, que me deixa exausta. As dores nas pernas, o inchaço absurdo!
Expliquem-me!!!!
Esta noite acordei gritando, ai, ai ...Meu marido acordou assustado, o que foi amor?
Eu gritava cãibra na panturrilha! E lá foi ele apertar a panturrilha, então passou!
Mas foi um susto. Imagine só você acordar com o próprio grito? Estranho né?
Depois de muito queimar mufa, esquentar o coco, cheguei a seguinte conclusão:

Durante esta fase, todos os nossos sintomas parecem ser considerados sem importância, agora se não estivéssemos grávidas e sentíssemos qualquer dos sintomas que habitualmente temos na gravidez como: tontura, enxaquecas, desconfortos estomacais (que geralmente acontecem nas viroses, enxaquecas, gastrites e etc), sem falar das cólicas (fortíssimas diga-se de passagem),provavelmente estaríamos arriadas em nossas camas ou sofás, mas visto o nosso diagnóstico ser Gravidez, temos que nos portar, para os outros, como se não sentíssemos nadica de nada, como se fosse naquelas propagandas de Margarina.

No emprego, maior parte das vezes, as atitudes dos nossos colegas e chefias mudam radicalmente, uns facilitam enquanto outros só nos prejudicam.

E tudo porque estamos Grávidas. No pior dos casos, deixamos automaticamente de ser úteis e todo o nosso esforço e dedicação é esquecido, escorre pelo ralo, quando, para garantir o nosso bem-estar, pedimos mudança de posto ou alteração do horário de trabalho. E os dias de Pré-natal, cadê o horário flexível?
Agradeço muito, pois no meu caso, que trabalho com meu Pai, posso me dar ao luxo de fazer meu Pré-natal e os exames sossegada!
Mais uma vez “Gravidez não é doença”, mas pelos vistos é considerada doença prolongada para aquelas mães cujos contratos não foram renovados ou que foram despedidas.

E sendo, esta fase, mais do que uma auto-descoberta, um renascimento, como é que não nos levam a sério e insistem em nos bombardear com este cliché tão leviano? Escandalosamente porque, na maior parte dos casos, é dito por mulheres que já tiveram filhos, resumindo: nós mesmas somos machistas.
Pois muitas mães vem com aquele blá,blá,blá, que antigamente as mulheres cuidavam de casa, cuidavam dos 7297 filhos, cuidavam do marido e davam conta de tudo e  num passe de mágica, plim! Coitadinhas.
Não, não sou a favor de grávida fresca, pelo contrário, acho muito chato, conheci umas que ao descobrirem a gravidez achavam que o mundo deveria parar para curvar-se diante delas.

         Frescura não, mas convenhamos, o corpo muda muito, são inúmeras alterações hormonais, que levam a inúmeras alterações corporais e consequentemente inúmeras alterações emocionais.
Realmente gravidez não é doença, mas também não é nosso estado normal, natural.

Agora entendo porque engravidar é um privilégio somente das mulheres, se os homens engravidassem, eles não conseguiriam nem sequer levantar da cama.

Você não precisa provar para ninguém que é forte, respeite seus limites, não ligue para comentários maldosos e seja feliz! Curta o momento desejado com todo amor e carinho!


Bjkas e um ótimo final de semana!


7 comentários:

Bravo, Bebê!!!! disse...

Maqueli, eu tenho muito essas cãimbras na panturrilha. Parece q quebrou algum osso...é horrível! Eu não sou uma grávida fresca, graças a Deus! Continuo praticamente com minha vida normal. A única coisa q não consigo mais é fazer faxina.

adoceespera disse...

Sabe, eu tive uma gravidez muito tranquila. Só tá pegando mais agora, nas últimas semanas. Senão, não senti enjoo, tontura, cólica, doires, nadinha!
Mas isso é de mulher pra mulher. Cada uma vai sentir uma coisa, né?!
Agora, com 36 semanas, eu sinto muita dor nas costas, na barriga, nas costelas, e falta de ar. No trabalho, estou me dando ao luxo de faltar de vez em quando, as vezes, por algumas horas no dia, já que até o 8º mês, nunca faltei.
Eles entendem, sempre pude sair pro pré-natal também. E olha que meu pré-natal foi de uma grávida com diabetes gestacional, cheia de consultas e controles. Saí muito. Mas, apesar de ter diabetes, sempre foi tudo muito tranquilo. Então, assim, como a Maria, aí em cima, não fui fresca.. hehehe
Afe, já escrevi um post aqui!
Beijo e bom findi!

Priscila Andersen disse...

É Mah, eu concordo tb que gravidez não é doença mas que não estamos no nosso estado normal, o que já muda mta coisa na nossa vida né.
Eu, como a Bibi, estou tendo (pelo menos até agora) uma gravidez super tranquila, sem cãimbras, enjoos, tonturas, nada... só rinite e a minha asma q agora amenizou e não me encomodou mais.. fora isso estou amando tudo e me sinto mesmo em um comercial de margarina rsrs....
Mas esse cansaço amiga, ninguém merece né.....e aqui agora é verão e tá muuuuuito calor entao tem dias q nem saio de casa de tão cansada.

Beijão Mah bom findi

Renata disse...

Mah, faço coro com você!
Sim, gravidez nem de longe é doença, mas certamente, por mais tranquila que seja, não estamos em nosso estado "normal".
Principalmente no emocional!!! É tanto choro e riso ao mesmo tempo que deixamos doidinho quem está ao nosso lado! rs...
Prá mim, o que "tá pegando" agora é o sono! Acredita, com 33 semanas? Na hora que o sono bate não tem o que me faça manter os olhos abertos! Posso estar onde for, na rua, no trabalho, no sofá, dirigindo! Aliás, tenho travado uma luta diária para ir e voltar ao trabalho dirigindo!
Mas vamos em frente, que tudo isso faz parte, né???
Ah, e vc fez o US morfológico? Não lembro de ter visto nada sobre ele por aqui!
Beijão e bom domingo pra vcs!

http://nossomundocomfelipe.blogspot.com.br/

Samia ✿ disse...

Ow, muito interessante o post!
Mas oh, doença ou não, quero logo ficar "doentinha" assim tbm! kkkk

beijoks!
Blog A Mais Doce Espera

Anônimo disse...

Oi mana, ó eu dinovo aqui...
mana sorte sua de ter o Patry ai do seu lado, ele deve ser atencioso até demais contigo, mas por um lado é muito bom poder contar com alguém ainda masi seu amor néh, rs.
mana pq vc não escreve um livro: Gravidez de 1ª Viagem, ia bombar, mana to com saudades...
bjss te amooo todo dia penso em vc...
fica com DEUS.

Maqueli Foresto disse...

Wow minha irmã linda!!!Rafa te amo muito!!!Sinto imensas saudades!!!Penso em vc sempre tbm mana!Estou muito ansiosa pra te ter aqui no meu chá de bebê!!!Bjkas, lov u!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...