Meu Bebê

sábado, junho 30, 2012

Curso de Gestante Online!

Estava eu perambulando pela net como sempre e me deparei com um curso muito interessante.




O curso é super informativo, aponta vários aspectos sobre a gravidez, respondendo desde dúvidas simples às mais complicadas (licença a paternidade, parto, pós-parto). E sabem o que é melhor? É Gratuito! Isso mesmo! É ótimo para quem não tem acesso ao curso pelo convênio ou teve dificuldades com o preço!


Curso de Gestante- Crescer Online

Que quiser dar uma espiadinha é só clicar no link à cima...
(oferecido pela Jonhson's Baby)


Mudando de assunto: Esses dias andei muito preocupada, o meu garotão simplesmente decidiu brincar de estátua por quase 3 dias...Isso mesmo! Ficava o dia todo sem se mexer e só à noite dava uma espreguiçadinhas bem de levinho! Meu coração ficou na boca...Hoje acordei bem cedo preocupada com isso, ao ponto de ir ao PS, sentei-me no sofá esperando a hora de ir para o trabalho. E quando meu coração estava prestes a cair na minha mão, senti um tuc. Aff, que susto esse menino me deu...
Eu até comentei com meu marido, o menino nem nasceu e já me dá preocupações, rsrsrs!
Que sufoco hein mocinho!

Mas Graças a Deus, hoje ele está agitado, já chutou a mamãe a beça...

Ps: Meu filho, eu não me importo, pode dar pontapé, soco, cotovelada... Mas por favor dê, fique a vontade...O que eu mais quero é saber que você está bem! Aproveite enquanto pode mocinho! Só não me assuste mais assim!
Com Amor;
Mamãe.

Um Ótimo final de semana a todos e uma bjka nas barrigotas!!!




terça-feira, junho 26, 2012

Deliciosos Soluços + 23 Semanas!




Domingo meu fofuxo estava a mexer bastante, um pulinho atrás do outro, então falei pro maridão, ele tá mexendo, e lá foi ele seco de vontade de sentir os Fights, de repente ele fala...Amor, acho que são soluços, são pulinhos regulares e de espaço curto! Pois dito e feito...Pensei, que delícia...Tá um garotão...

Você sabe por que o bebê soluça? 


A vovó dizia que era frio! Não vozinha, na barriga não se sente frio, não há impacto de temperatura, pois no útero ela se mantém estável sem grandes alterações pois o líquido amniótico é isolante contra frio e o calor. 


Uai, então por que o bebê soluça na barriguinha da mamãe?

Simples: os especialistas explicam que os soluços nada mais são que o treinamento da respiração, além do bebê engolir líquido amniótico o tempo todo!


Pois é, o garotão aqui já tá treinando bem, estou super feliz!!!



  Seu bebê pesa cerca de 580 gramas agora. Mede cerca de 27 cm da cabeça aos pés. O corpo torna-se mais proporcional a cada dia e os ossos do ouvido médio começam a endurecer, tornando possível a condução do som. O feto reconhece os sons maternos tais como a respiração, os batimentos cardíacos, a voz e a digestão. Se nascer agora, seu bebê já tem chance de sobreviver, contudo o sistema respiratório ainda está em desenvolvimento. Esperamos que ele fique aí dentro por várias semanas!! Ossos, músculos e órgãos apresentam crescimento estável. Os vasos sangüíneos, ossos e órgãos são visíveis sob uma fina membrana de pele transluscente, rósea e enrugada.




  Seu bebê ainda tem muito espaço para se mover, chutar, saltar e virar cambalhotas. Você pode inclusive ver seu abdome se mover. Seu útero está cerca de 5 cm acima do umbigo. Se você anda meio indisposta e de mau humor, não se preocupe, pois é normal. Tente ficar bem com você mesma.
  




  Faça alguma tarefa doméstica de surpresa ou convide-a a descansar enquanto você prepara um bom lanche para o jantar ou saiam para jantar fora. Deixe-a saber o quão especial ela é para você.




Fiquem com Deus e várias bjkas nas barriguinhas!!!

segunda-feira, junho 25, 2012

Morfológica e 22 Semanas Atrasada!

                Gente, eu sei que atrasei o relato sobre a US Morfológica e as 22 Semanas...Obrigada minha amiga Renata  por ter me lembrado, quase caiu no esquecimento!!!Ando tão avoada...rsrsrs

                Bom graças a Deus a morfológica foi bem, só que como sempre o meu baby tem que fazer o charminho de estar preguiçoso, depois de muito o médico mexer daqui e cutucar dali, deu pra ver o Pipi do meu fofuxo. Já tínhamos tido a confirmação, mas entre ter a confirmação e ver o Pipi, é bem diferente!

Apesar de muitas pessoas terem comentado que o médico é ótimo, especialista em Medicina Fetal, fiquei um pouco descontente pelo fato de o que ele falava era quase inaudível e Usg ter ficado pouco nítida!Mas fora isso ele me passou segurança de que tudo está bem com meu bebê!

Ah, eu atualizei a página de Presentes...Ganhei vários!


Agora vamos às 22 Semanas, pois amanhã já faço 23 Semanas! Atrasilda msm

Desenvolvimento fetal - 22 semanas de gravidez


Escrito para o BabyCenter Brasil

Seu bebê é agora uma versão mais magrinha de um recém-nascido. Ele pesa cerca de 430 gramas, e mede um pouco mais que 27 centímetros no total. 

O corpo do bebê tem as proporções certas, mas ele ainda vai ter de engordar bastante. Enquanto isso não acontece, a pele fica enrugada. Os lábios e os olhos estão formados, embora a íris (a parte colorida do olho) ainda não tenha pigmentos. O pâncreas, essencial para a produção de hormônios, continua se desenvolvendo. 
Os primeiros sinais dos dentes já aparecem, debaixo da gengiva. O tempo passa rápido e, quando você se der conta, seu bebê já terá seu primeiro dente

A essa altura, você deve ter engordado entre 5 e 7 quilos. A partir de agora, o aumento de peso deve ser de pouco mais de 200 gramas por semana. Pode ser que apareçam vontades súbitas de comer alguma coisa, e você pode notar um aumento na secreção vaginal, embora sem a presença de sangue. As duas coisas são normais na gravidez. 



Bjkas mocinhas e até amanhã!!!

sábado, junho 23, 2012

Clichê: Gravidez não é Doença?



Eu sei, eu sei...Gravidez não é doença. Eu mesmo repeti isso a mim várias vezes! Mas sinceramente, de onde vem todo esse cansaço. Essa indisposição? Esse sono intenso, que me deixa exausta. As dores nas pernas, o inchaço absurdo!
Expliquem-me!!!!
Esta noite acordei gritando, ai, ai ...Meu marido acordou assustado, o que foi amor?
Eu gritava cãibra na panturrilha! E lá foi ele apertar a panturrilha, então passou!
Mas foi um susto. Imagine só você acordar com o próprio grito? Estranho né?
Depois de muito queimar mufa, esquentar o coco, cheguei a seguinte conclusão:

Durante esta fase, todos os nossos sintomas parecem ser considerados sem importância, agora se não estivéssemos grávidas e sentíssemos qualquer dos sintomas que habitualmente temos na gravidez como: tontura, enxaquecas, desconfortos estomacais (que geralmente acontecem nas viroses, enxaquecas, gastrites e etc), sem falar das cólicas (fortíssimas diga-se de passagem),provavelmente estaríamos arriadas em nossas camas ou sofás, mas visto o nosso diagnóstico ser Gravidez, temos que nos portar, para os outros, como se não sentíssemos nadica de nada, como se fosse naquelas propagandas de Margarina.

No emprego, maior parte das vezes, as atitudes dos nossos colegas e chefias mudam radicalmente, uns facilitam enquanto outros só nos prejudicam.

E tudo porque estamos Grávidas. No pior dos casos, deixamos automaticamente de ser úteis e todo o nosso esforço e dedicação é esquecido, escorre pelo ralo, quando, para garantir o nosso bem-estar, pedimos mudança de posto ou alteração do horário de trabalho. E os dias de Pré-natal, cadê o horário flexível?
Agradeço muito, pois no meu caso, que trabalho com meu Pai, posso me dar ao luxo de fazer meu Pré-natal e os exames sossegada!
Mais uma vez “Gravidez não é doença”, mas pelos vistos é considerada doença prolongada para aquelas mães cujos contratos não foram renovados ou que foram despedidas.

E sendo, esta fase, mais do que uma auto-descoberta, um renascimento, como é que não nos levam a sério e insistem em nos bombardear com este cliché tão leviano? Escandalosamente porque, na maior parte dos casos, é dito por mulheres que já tiveram filhos, resumindo: nós mesmas somos machistas.
Pois muitas mães vem com aquele blá,blá,blá, que antigamente as mulheres cuidavam de casa, cuidavam dos 7297 filhos, cuidavam do marido e davam conta de tudo e  num passe de mágica, plim! Coitadinhas.
Não, não sou a favor de grávida fresca, pelo contrário, acho muito chato, conheci umas que ao descobrirem a gravidez achavam que o mundo deveria parar para curvar-se diante delas.

         Frescura não, mas convenhamos, o corpo muda muito, são inúmeras alterações hormonais, que levam a inúmeras alterações corporais e consequentemente inúmeras alterações emocionais.
Realmente gravidez não é doença, mas também não é nosso estado normal, natural.

Agora entendo porque engravidar é um privilégio somente das mulheres, se os homens engravidassem, eles não conseguiriam nem sequer levantar da cama.

Você não precisa provar para ninguém que é forte, respeite seus limites, não ligue para comentários maldosos e seja feliz! Curta o momento desejado com todo amor e carinho!


Bjkas e um ótimo final de semana!


quarta-feira, junho 20, 2012

Homenagem ao Patry! Bodas de Flores e Frutas.

Patry 


Maqueli e Patry 20/06/2008
Meu amor;


Hoje é um dia muito especial, estamos completando 4 anos de casamento. Acredito que este seja o melhor dos aniversários, e tenho certeza que concordará comigo.

É o dia que o meu amor

Se uniu ao seu;


Mas esse amor não podia ser único, tinha que ser compartilhado, tamanha a proporção;
E de repente nos vemos enlaçados e encantados pela extensão desse nosso amor.
Como diz o poeta cantor,
"São tantas emoções..."

Te agradeço pela amor, cumplicidade, paciência

Por não te ausentar de mim nas horas de dificuldades
Por me fazer sorrir com seu humor sarcástico que eu amo
Por me amar por inteira, mesmo com tantos defeitos de fábrica (made in china)
O melhor presente já me foi dado- Heitor
Te amo loucamente,

Hoje e sempre!



Antes de amar-te, amor, nada era meu! Vacilei pelas ruas e as coisas: Nada contava nem tinha nome:O mundo era do ar que esperava. E conheci salões cinzentos,Túneis habitados pela lua,Hangares cruéis que se despediam,Perguntas que insistiam na areia.Tudo estava vazio, morto e mudo,Caído, abandonado e decaído,Tudo era inalienavelmente alheio,Tudo era dos outros e de ninguém,Até que tua beleza e tua pobrezaDe dádivas encheram o outono.

Ps.: Amor, obrigada pelas Rosas. São lindas...Como sempre me surpreendendo! Te amo... 

sexta-feira, junho 15, 2012

Como fotografar o bebê recém-nascido!!!

Papai Babão

Acho que já havia comentado aqui sobre como meu marido já é um pai babão, rsrsrs, pois ele é.  Ontem ele sentiu os primeiros chutes do Heitor, e ainda exclamou: até que enfim, né! Deixa eu explicar; o Heitor é meio que brincalhão e fica tirando onda com a cara do pai, às vezes está a galope e no momento que falo: amor coloca a mão, ele está mexendo; só pelo fato de ouvir isso o Heitor se transforma em estátua no mesmo momento. Mais ontem ele deu o ar da graça e deu 3 fights um atrás do outro! Ai que delícia papai... Detalhe que os chutes dele não são uma leve brisa, como algumas grávidas dizem sentir, são MMA puro! Kkkk. 

Patry meu amor, te amo, vc e o Heitor são minha vida!

Mudando de assunto: Ontem recebi um e-mail do papai Patry (vulgo meu marido, kkkk) que me deixou louca de vontade que esses quatro meses passem logo. Como fotografar o bebê recém-nascido...Gente que fofura. Como achei que essa matéria tem que ser de domínio público (bom na verdade já é) decidi partilha-la com vcs.


Como fotografar o bebê recém-nascido

Fotógrafas especializadas em “newborn photography” dão dicas e explicam os truques usados em estúdio. Veja fotos e inspire-se

Também conhecida como “newborn photography”, a fotografia de recém-nascidos começou a ganhar especialistas no Brasil há pouco mais de dois anos. A fotógrafa Fernanda de Oliveira Sanchez, do Studio Gaea, é uma delas. Atualmente também dá cursos sobre o assunto e só fotografa bebês de até 15 dias. “Depois disso, já não categorizo como recém-nascido”, diz.



Mas como clicar um bebezinho de menos de duas semanas, que praticamente só dorme? É justamente isso que ajuda na captação de fotos mais elaboradas. Nesta fase, pode-se usar apetrechos como gorrinhos e colchas para registrar o bebê em fotografias merecedoras de porta-retratos – como as que tornaram famosa a fotógrafa Anne Geddes.

Simone Silvério, da Trend Photo, comenta: “No início o bebê é mais maleável e conseguimos colocá-lo em diferentes poses”. Depois de 15 ou 20 dias ele já começa a ficar mais agitado e sujeito às cólicas. Dificilmente os pais terão uma foto do pequeno dormindo sobre livros, por exemplo.
Algumas fotógrafas preferem não dar chances para que isso aconteça. Loraine Prokisch só faz ensaios de recém-nascidos de até 10 dias de vida e, quando marca uma sessão, ajeita para o bebê ser amamentado perto do horário combinado, para cair mesmo no sono mais profundo. “Quanto maior o bebê, mais estressante fica a sessão de fotos para ele e para a mãe”, acredita.
Ambiente climatizado 
Antes de qualquer coisa, é preciso pensar no conforto e na segurança do bebê. Como o hábito é clicá-los sem roupinha, o ambiente das fotos deve ser climatizado, seja em casa ou em um estúdio preparado. Em qualquer dos dois ambientes é preciso evitar a entrada de correntes de ar.
Mas os cuidados não param por aí. É preciso evitar movimentos bruscos e ter cuidado ao manusear os bebês. E saber que nem todas aquelas poses são naturais. Simone Silvério conta que algumas famosas posições de recém-nascidos em fotos são composições fotográficas feitas no computador e não é indicado tentá-las em casa.

Uma delas é a clássica pose do bebê sentadinho, apoiando a cabeça nas mãozinhas. Simone explica que o clique é feito com alguém segurando o bebê -- e depois as mãos do adulto são apagadas. 



Marina Ushiro
Touquinhas e forros em ambiente próprio para as fotos

Segurança e higiene
Para segurança do bebê, o ideal é registrá-lo em poses mais básicas e sempre com alguém bem perto. Fernanda Sanchez veta o uso de acessórios de vidro ou vasos de louça, pois podem machucar o bebê.

A pediatra Alessandra Cavalcante, do Hospital e Maternidade São Luiz, lembra: “Os recém-nascidos ainda têm o sistema imunológico imaturo e estão sujeitos a mais infecções”. Por isso, todos os envolvidos devem usar álcool gel nas mãos e todos os objetos usados no ensaio devem estar bem limpos, inclusive o equipamento de fotografia.

Também é preferível fazer as fotos perto de uma janela, para aproveitar a luz natural e evitar o uso do flash, incômodo para os bebês.
Com os pré-requisitos de conforto e segurança atendidos, dê asas à imaginação. Cobertores macios e antialérgicos ou pequenos chapéus, por exemplo, dão um toque terno à foto. Os pais também podem usar objetos que mostram o quão pequeno é o bebê ou itens do enxoval, tomando sempre cuidado para não poluir a foto.
Marina Ushiro sugere incorporar objetos que façam parte da vida dos pais. Como um violão, por exemplo, que pode tornar as fotos únicas e inusitadas (veja na galeria). A fotógrafa Anna Grecco também comenta que dá para brincar com diferentes objetos sem arriscar poses mirabolantes.

Olha que lindas!
















Ps: Mais fotos no site Delas

Segunda faço a USG Morfológica e venho contar novidades...Uma bjka na barrigota e bom final de semana!!!

segunda-feira, junho 11, 2012

Sumi...Eu sei, mas foi por preguiça mesmo e falta de idéias!!!

Novidades?: Ganhei um monte de roupinhas, muitas mesmo e um Diário- Meus Primeiros Cinco Anos (Imagens de Anne Gueddes), simplesmente lindo...Quem deu? A vovô coruja, é claro. Não a minha mãe, pois ela mora em Sampa e só vem pra cá próximo do parto, quem nos presenteou foi a minha sogra!!!
Ganhei também 2 bolsas, a mala do bebê e uma menor, detalhe: é do Pooh!!! A titia que deu!!!

Diário Meus Primeiros Cinco Anos



Agora estou correndo atrás de idéias para a mesa do chá de bebê e gostaria de sugestões...
Quem puder me ajudar, agradecerei muito. Estou com dificuldades, pois quero algo simples e bonito!!!

Quem tiver fotos e puder fazer a gentileza de mandar, meu e-mail é:

maqueli_foresto@hotmail.com


Beijos a todas!!! Uma semana maravilhosa!!!

Ps: Assim que eu tiver um tempinho, atualizo as fotos dos presentinhos que meu baby ganhou!

sexta-feira, junho 01, 2012

Relax Baby! Ofurô para o bebê.

Banheira terapêutica ajuda a prevenir cólicas em bebês de até seis meses
Testada e aprovada por milhares de maternidades e mães em todo o mundo, a banheira TummyTub é a única no mundo a dar ao bebê a familiar sensação de proteção que ele tinha no útero materno
Sequência do Ofurô para Banho do Bebê



Pediatra explica como o bebê será colocado, ainda embrulhado, no banho de imersão




A mãe coloca o bebê de frente para ela, e aos poucos imerge o corpinho na água, até a altura do pescoço




O pediatra demonstra a altura da água no corpo do bebê. A água pode chegar aos ouvidos do bebê sem problemas, desde que ele não tenha doenças do canal auditivo.






O bebê já está calmo, curtido seu banho quentinho.




A mãe assume o banho. Lembre-se de estar sempre atenta e não descuidar do nível da água.



A mãe assume o banho do pequeno sozinha



Note a água cobrindo as orelhinhas, o som abafado é semelhante aos sons que ele ouvia no útero



A maioria dos bebês dorme profundamente durante o banho de ofurô.




 * O ofurô do bebê recria o ambiente do útero materno;
* No ofurô o bebê fica na posição fetal dentro da banheira;

* O produto é produzido com material atóxico, especial para uso em bebês;
* É ergonômico, com formato interno especial para acomodar o
bebê da melhor forma, na melhor posição, sem prejudicar sua coluna, diferente do que acontece com baldes comuns;
* Possui peso da base maior para garantir total estabilidade;
* Vem com borracha antiderrapante;
* É muito seguro, não possui friso cortante ou que possa machucar o bebê;
* Cuida do bem-estar do bebê e colabora para um crescimento saudável.

A banheira terapêutica TummyTub, BabyTub ou ofurô para bebês, como é conhecida no Brasil, é um daqueles artigos que toda mãe sonha em ter para seu filho. Criada por holandeses a fim de garantir aos bebês mais saúde, tranquilidade e relaxamento durante os banhos, a banheira é sucesso em vários cantos do mundo e tem como um dos destaques o fato de ter sido planejada para fazer com que o bebê se sinta em um ambiente mais próximo das lembranças que ele tem do útero da mãe. O seu uso traz benefícios que surpreendem até mães mais experientes, como o fim do choro durante os banhos, a diminuição de cólicas e um sono mais tranquilo.
Com a BabyTub, os bebês se adaptam facilmente à posição fetal e permanecem calmos e relaxados. Isto porque a banheira tem função terapêutica e proporciona o encaixe perfeito do bebê, ao contrário das banheiras comuns que oferecerem um espaço maior e mais iluminado, que nada o faz lembrar do útero materno, aquecido e arredondado, que o protegeu durante nove meses.
Pesquisas revelam que mais de 85% dos banhos em bebês causam desconforto e rejeição à água por conta da memória sensitiva. O bebê entra em contato com a água e sente como se estivesse de volta ao útero da mãe. Logo em seguida, ele percebe que o ambiente não é protegido como antes e que nem mesmo a posição na qual ele se encontra é habitual. Ele, então, enrijece o corpinho e começa a chorar. A partir daí entra em um estado de stress, o que pode ocasionar diversas reações intestinais após o banho, como as cólicas, o que efetivamente não acontece após os banhos na BabyTub.
Feita com material atóxico e pigmento orgânico, a banheira não solta nenhum tipo de resíduo em contato com a água quente, e não contem frisos cortantes. Transparente, facilita a visualização do bebê, e é fácil de transportar mesmo quando está cheia - não só pelo seu peso reduzido, mas também por ter alças ergonômicas. Possui base antiderrapante e tem um centro de gravidade, na parte inferior, que permite grande estabilidade e segurança. Além disso, é um produto reciclável, o que soma esforços de cooperação para uma melhor sustentabilidade do planeta.
Com todas essas características, já é possível ver a diferença da BabyTub e dos baldes convencionais. Mas a banheira tem mais um ponto ao seu favor: ela mantém a água quente durante cerca de 20 minutos, o que ajuda a tornar o banho mais gostoso, tanto para o bebê, que terá uma experiência agradável, quanto para a mãe que, ao invés de choro, verá alegria.

Gente, amei essa ideia e já descobri onde tem pra vender em Manaus, o problema é que as pessoas vão atrás da Tummy Tub, que é cara, cerca de R$ 120,00...Mas a Sanremo distribui também, mas com o preço bem menos salgado, cerca de R$ 28,00. Agora se você está meio que sem grana e não quiser gastar mais do que R$ 10,00 a opção é comprar um balde. Mas atenção com as arestas e pontas, para que não machuque o bebê!!!


Ps.: Não retirar a fralda descartável antes de colocar o bebê no ofurô, pois ao relaxar, o intestino relaxa tbm e ele faz cocô! Portanto é recomendável só retirar a fralda quando estiver para sair do ofurô, não esquecendo de lavar as partes intimas do bebê!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...